Blog da Cintia Cercato

Categorias

Histórico

Ortorexia nervosa: uma obsessão por alimentação saudável

Cintia Cercato

25/05/2018 04h00

Crédito: iStock

Buscar saúde através de bons hábitos de vida é sempre muito incentivado e valorizado pela sociedade. No contexto atual onde as doenças crônicas associadas a um estilo de vida ruim crescem excessivamente, algumas pessoas podem ficar obcecadas com a comida de modo a colocar a saúde em risco por restrições alimentares severas.

A ortorexia nervosa (do grego “orthos” – correto – e ” orexsis” – apetite) é um desvio da conduta alimentar relativamente novo que foi descrito pela primeira vez em 1997 pelo médico americano Steven Bratman, que era adepto de práticas alimentares alternativas e observou que algumas pessoas tinham como proposta de vida se alimentar de forma saudável adotando práticas de extrema restrição.

Outros autores descreveram a ortorexia como uma “doença disfarçada de virtude” devido ao fato de pessoas com ortorexia apresentarem uma sensação de satisfação e controle com uma alimentação saudável extremamente restrita e ordenada. Com a ortorexia, a pureza e qualidade da dieta é o principal objetivo em oposição à quantidade de dieta e à restrição extrema de calorias associada à anorexia e à bulimia.

A ortorexia frequentemente começa como uma tentativa inocente de comer de forma mais saudável para melhorar a saúde em geral. No entanto, ao longo do tempo, a pessoa desenvolve uma obsessão patológica pela alimentação, criando regras e especificações para a preparação dos alimentos, origem da matéria prima, formas de conservação, lidando com um forte sentimento de culpa se não aderirem aos estilos rígidos escolhidos.

As pessoas com ortorexia nervosa evitam alimentos com produtos químicos, substâncias artificiais, ou que contenham alto teor de gordura, sal, açúcar. Fora das refeições, é gasto tempo e esforço significativos pesquisando alimentos, obtendo ingredientes puros, planejando refeições futuras. Em nível social, essa fixação extrema na alimentação saudável pode prejudicar outros interesses, atividades sociais, e envolvimento com amigos e familiares.

A ortorexia não é uma estratégia de perda de peso. A alimentação saudável se torna a obsessão. Em outras palavras, a ortorexia pode ofuscar quase todos os outros aspectos da vida.

Essa desordem alimentar ainda é pouco estudada e não é considerada um transtorno alimentar oficial não tendo critérios diagnósticos bem definidos como acontece em outras condições como bulimia e anorexia.

Pesquisas recentes encontraram uma prevalência de cerca de 7% dessa condição na população geral. No entanto, alguns grupos parecem mais susceptíveis como, atletas, modelos , e estudantes de nutrição. Os pesquisadores acreditam que essa condição deve aumentar nos próximos anos, por conta do ambiente de “terrorismo nutricional” que estamos vivendo. A alimentação é parte da identidade cultural do indivíduo, não devendo ser encarada como uma necessidade meramente fisiológica, desvinculada de um contexto social. É fundamental se buscar um equilíbrio entre o comer saudável e o comer sem culpa, com prazer.

Sobre a autora

Cintia Cercato é médica endocrinologista pela USP (Universidade de São Paulo), que se dedica à obesidade desde que defendeu doutorado nessa área em 2004. É a professora responsável por essa disciplina na pós-graduação da Faculdade de Medicina da USP, onde desenvolve várias pesquisas sobre o tema. Foi presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e atualmente é diretora do departamento de obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).
- Site: www.cintiacercato.com.br
- Facebook: https://www.facebook.com/dracintiacercato/
- Instagram: https://www.instagram.com/cintiacercato/
- Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCbLI7AXyq3G2pyNDEL7zuvg

Sobre o blog

Este é um espaço com conteúdos relevantes sobre controle do peso, dieta, estilo de vida e tratamento da obesidade. Todas as publicações têm como base a melhor evidência científica disponível, garantindo informações de credibilidade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Topo