Blog da Cintia Cercato

Categorias

Histórico

Entenda como a poluição pode aumentar o risco de problema cardiovascular

Cintia Cercato

27/04/2018 04h01

Crédito: iStock

A doença cardiovascular (DCV) é a principal causa de morte em todo o mundo, com uma estimativa de mais de 17 milhões de mortes no ano de 2016. A exposição à poluição do ar foi responsável por cerca de 3,3 milhões dessas mortes, sendo cerca de 2,1 milhões por doenças isquêmicas do coração (por exemplo infarto) e mais de 1,1 milhão por derrame cerebral (AVC). A poluição do ar ambiente é emitida a partir de uma uma série de fontes, incluindo o tráfego, a indústria, incêndios florestais e a poeira ressuspensa no ar.

Por que poluição é fator de risco cardiovascular?

A exposição crônica aos poluentes causa um aumento de radicais livres nas células, que não conseguem ser neutralizados pelos antioxidantes, causando o chamado “estresse oxidativo”. Isso faz com que haja maior inflamação no corpo, promovendo aumento da resistência à insulina, aumento da pressão arterial, aumento da coagulação do sangue e tendência à trombose. Assim, a exposição aos poluentes aumenta o risco de desenvolvimento de hipertensão arterial, diabetes mellitus do tipo 2 e redução do colesterol bom (HDL), que são fatores de risco clássicos para doenças do coração.

Qual o seu grau de vulnerabilidade à poluição?

Não sei se você já pensou nisso, mas a depender da cidade que vive ou mesmo do local da sua casa ou de trabalho, você pode ter maior risco cardiovascular. É importante avaliar o seu grau de exposição à poluição atmosférica, já que esse é mais um fator de risco para a saúde.

Algumas questões podem ajudar a pensar no assunto:

1-      Você vive ou trabalha em um centro industrial?

2-      Você fica muito tempo no trânsito?

3-      Você dirige com as janelas do carro abaixadas?

4-      Você mora próximo a grandes avenidas e estradas?

5-      Você faz exercício ao ar livre próximo a locais com muito trânsito ?

As pesquisas apontam que o risco de eventos cardiovasculares é maior em ambientes mais poluídos, nas horas do rush e em dias mais quentes, quando os níveis de poluição tendem a ser mais elevados.

É possível reduzir a exposição a poluição?

Obviamente, mudar de emprego, de casa ou de cidade é inviável. Mas alguns cuidados devem ser seguidos para diminuir a vulnerabilidade à poluição. Vale a pena checar como está a qualidade do ar na sua cidade em tempo real.

Em São Paulo, por exemplo, é possível acompanhar a cada hora o índice de qualidade do ar no link (http://sistemasinter.cetesb.sp.gov.br/Ar/php/mapa_qualidade_rmsp.php). Assim, algumas atitudes podem diminuir sua exposição a poluição e reduzir seu risco.

– Evite se exercitar ao ar livre quando a qualidade do ar estiver ruim. Nessa situação prefira a academia.

– Procure não dirigir com vidros abertos, particularmente na hora do rush ou em estradas com muitos caminhões.

– Ao dirigir em ambientes muito poluídos, utilize o ar condicionado com circulação interna no carro.

– Mantenha as janelas de casa fechadas nos dias de qualidade de ar muito ruim.

Sobre a autora

Cintia Cercato é médica endocrinologista pela USP (Universidade de São Paulo), que se dedica à obesidade desde que defendeu doutorado nessa área em 2004. É a professora responsável por essa disciplina na pós-graduação da Faculdade de Medicina da USP, onde desenvolve várias pesquisas sobre o tema. Foi presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e atualmente é diretora do departamento de obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).
- Site: www.cintiacercato.com.br
- Facebook: https://www.facebook.com/dracintiacercato/
- Instagram: https://www.instagram.com/cintiacercato/
- Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCbLI7AXyq3G2pyNDEL7zuvg

Sobre o blog

Este é um espaço com conteúdos relevantes sobre controle do peso, dieta, estilo de vida e tratamento da obesidade. Todas as publicações têm como base a melhor evidência científica disponível, garantindo informações de credibilidade.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Cintia Cercato
Topo