menu
Topo
Blog da Cintia Cercato

Blog da Cintia Cercato

Categorias

Histórico

Dicas de alimentação para manter os cabelos sempre saudáveis

Cintia Cercato

19/10/2018 04h00

Crédito: iStock

Ter cabelos brilhantes e saudáveis é algo muito desejado, principalmente pelas mulheres. A queda de cabelos pode levar a diminuição da autoestima e gerar estresse, agravando ainda mais o problema. É importante saber que os cabelos sofrem renovação e que uma perda diária de 70 a 100 fios pode ser considerada normal.

Durante o período que circunda a menopausa, há uma redução dos níveis de estrogênio e um aumento na concentração de androgênios, o que acaba enfraquecendo os folículos capilares e gerando queda de cabelo. Estatísticas indicam que 20% a 60% das mulheres têm queixa de queda de cabelo durante essa fase da vida. Sem dúvida, a causa mais comum costuma ser a variação hormonal que ocorre nesse período, mas outras condições devem ser afastadas e uma avaliação com o dermatologista pode ser indicada.

A alimentação influencia de maneira muito importante a formação, crescimento e manutenção dos fios. Assim, para que o problema da queda de cabelos durante a pré-menopausa seja minimizado é essencial comer bem.

Consumir uma quantidade adequada de proteína é importante para garantir o fornecimento dos aminoácidos metionina e cisteína, que são constituintes da queratina –proteína fundamental para crescimento e vitalidade do cabelos. Leite e derivados, carnes, peixes, semente de girassol, nozes, e ovos são fontes de cisteína.

A gordura é importante para construir a capa protetora do fio, formando ceramidas e esteróis. As gorduras poli-insaturadas são as mais recomendadas para evitar a queda de cabelos. Assim, inclua no cardápio óleos vegetais (azeite, por exemplo), atum, sardinha, salmão, semente de linhaça e nozes.

Em relação aos carboidratos, pesquisas indicam que o consumo de alimentos altamente processados, ricos em açúcares simples estimulam a formação de sebo. Ele é benéfico para o fio até certo ponto, mas quando sua produção é muito exagerada se torna um alimento para micro-organismos encontrados naturalmente na pele, levando à decomposição do sebo e formação de ácidos graxos que irritam e inflamam o folículo piloso, o que prejudica a queratinização do fio.

Um outro problema é que a dieta rica em açúcar e de alto índice glicêmico leva a uma maior produção de insulina, o que pode favorecer ao aumento da liberação de androgênios pelos ovários. Assim, o recomendado é consumir preferencialmente carboidratos complexos, ricos em fibras e com baixo índice glicêmico.

As vitaminas também são fundamentais para uma boa saúde dos cabelos. Destaca-se a vitamina C que melhora a absorção de ferro, mineral com papel importante na qualidade do fio. Laranja, limão, morango, caju, brócolis e espinafre são alimentos que fornecem a vitamina C. Já a vitamina A é importante para aumentar a resistência dos fios e fontes de carotenoides, como cenoura, mamão e manga, podem diminuir sua fragilidade.  Vitaminas do complexo B também são importantes. A biotina (vitamina B7) acelera o crescimento capilar e regula a produção do sebo. As principais fontes são amendoim, nozes, gema de ovo, carne vermelha e leite. Minerais como zinco, ferro, cobre, selênio, magnésio e cálcio também podem influenciar o crescimento de cabelos.

Além disso, o grau de hidratação do corpo também afeta a qualidade dos fios. Portanto, não podemos descuidar do consumo de água.

Como você viu, uma dieta balanceada, variada, colorida é importante para garantir todas as necessidades para a construção e manutenção adequada dos fios de cabelo!

Sobre a autora

Cintia Cercato é médica endocrinologista pela USP (Universidade de São Paulo), que se dedica à obesidade desde que defendeu doutorado nessa área em 2004. É a professora responsável por essa disciplina na pós-graduação da Faculdade de Medicina da USP, onde desenvolve várias pesquisas sobre o tema. Foi presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e atualmente é diretora do departamento de obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).
- Site: www.cintiacercato.com.br
- Facebook: https://www.facebook.com/dracintiacercato/
- Instagram: https://www.instagram.com/cintiacercato/
- Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCbLI7AXyq3G2pyNDEL7zuvg

Sobre o blog

Este é um espaço com conteúdos relevantes sobre controle do peso, dieta, estilo de vida e tratamento da obesidade. Todas as publicações têm como base a melhor evidência científica disponível, garantindo informações de credibilidade.