menu
Topo
Blog da Cintia Cercato

Blog da Cintia Cercato

Categorias

Histórico

Temperatura do ambiente de trabalho afeta consumo alimentar e produtividade

Cintia Cercato

30/11/2018 04h00

Crédito: iStock

Pesquisas sugerem que a temperatura ambiente influencia o peso corporal. Existe a hipótese de que ficar muito tempo em um ambiente termoneutro –isso é, com temperatura estável a ponto de manter o corpo sem gastar energia além do metabolismo basal –leva a um menor gasto de calorias pelo corpo. A zona termoneutra varia amplamente de pessoa para pessoa e depende da idade, sexo, composição corporal e roupas. Um pesquisador sugeriu que a temperatura entre 15 °C e 24,5 C é neutra para uma pessoa jovem, vestida e que executa seu trabalho sentada em um escritório.

Estudos em animais já indicaram que a temperatura ambiente influencia o consumo alimentar. Isso significa que ficar abaixo da temperatura neutra aumenta a ingestão de alimentos e ficar acima da temperatura neutra reduz o consumo alimentar, mesmo em condições agudas, ou seja, por poucas horas ou dias. Poucas pesquisas foram realizadas em humanos a esse respeito, sendo que a maioria delas explorou os efeitos de exposição ao frio.

Mas, recentemente, um grupo de pesquisadores passou a investigar se a exposição a pequenos aumentos de temperatura no ambiente de trabalho poderia influenciar a fome bem como o conforto e a produtividade no trabalho. Para isso, cientistas avaliaram 25 mulheres jovens e saudáveis em um modelo de estudo cruzado. Em um primeiro momento, elas ficaram dois dias trabalhando sentadas em um escritório durante sete horas, em uma condição termoneutra –com a temperatura em torno de 19 °Ca 20 °C. Depois, trabalharam outros dois dias em uma condição acima da zona termoneutra (26 °C a 27 °C).

Por meio de exames e questionários, foram quantificados o consumo alimentar, a queima calórica, a temperatura corpórea, o conforto térmico bem como a produtividade no trabalho de cada participante nos dois momentos distintos. Os resultados foram muito interessantes. Na condição quente (nossa temperatura ambiente de verão!) as mulheres comeram em média 357 calorias a menos que na condição termoneutra. Além disso, 96% das participantes relataram estar confortáveis no meio do dia nas temperaturas mais elevadas (após 3,5 horas de exposição), já na temperatura termoneutra essa proporção caiu para apenas 36%.

Além disso, foi mais comum o relato de sentirem-se tão produtivas ou mais produtivas na temperatura mais alta. Os autores da pesquisa concluíram que a ingestão de alimentos é agudamente influenciada pela temperatura ambiente. Além disso, trabalhar com uma temperatura na faixa de 26 °C a 27 °C é mais confortável e aumenta a produtividade.

Obviamente, esse estudo tem limitações e são necessárias mais pesquisas nessa área. De qualquer forma, se comprovados esses efeitos em pesquisas extensas posteriores, o ajuste de temperatura no ambiente de trabalho poderá ser uma estratégia para redução de consumo de calorias e perda de peso. Já estou pensando em deixar o ar-condicionado desligado no verão…

Referência bibliográfica: Effects of Indoor Thermal Environment on Human Food Intake, Productivity, and Comfort: Pilot, Randomized, Crossover Trial. Molly B. Richardson; Peng Li; Julia M. Gohlke and David B. Allison. Obesity (2018) 26, 1826-1833.

Sobre a autora

Cintia Cercato é médica endocrinologista pela USP (Universidade de São Paulo), que se dedica à obesidade desde que defendeu doutorado nessa área em 2004. É a professora responsável por essa disciplina na pós-graduação da Faculdade de Medicina da USP, onde desenvolve várias pesquisas sobre o tema. Foi presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e atualmente é diretora do departamento de obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).
- Site: www.cintiacercato.com.br
- Facebook: https://www.facebook.com/dracintiacercato/
- Instagram: https://www.instagram.com/cintiacercato/
- Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCbLI7AXyq3G2pyNDEL7zuvg

Sobre o blog

Este é um espaço com conteúdos relevantes sobre controle do peso, dieta, estilo de vida e tratamento da obesidade. Todas as publicações têm como base a melhor evidência científica disponível, garantindo informações de credibilidade.